sábado, 22 de dezembro de 2012

Varanda

Sem vontade de sorrir. Sem vontade de comer (gastrite pela primeira vez). Sem asas. Sem olhar brilhante (já reparou que a lua tem crateras?). Sem brincadeiras. Sem cantorias. Sem piadas (no que eu me tornei?). Sem fantasia. Sem colorido (ainda terei meu bom humor). Sem ironias. Sem destino. Sem caminho. Sem ilusão (amarga realidade). Sem sinceridade.
Pertubação. Dor de cabeça. Me deixem em paz. Quero apenas dormir. Dor vá embora. O frio me consome. O quente me endurece. Nostalgia.Infância. Mamãe... Papai...














E eu aqui na varanda tendo apenas um devaneio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!