segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Papai



Não começarei com a música do Robertinho e nem com a do Fábio Júnior. Apenas queria agradecer a Deus, por mais um dia dos pais. Todos nós sabemos o quanto é difícil te ver doente. Por que não temos provas de que tudo dará certo, apenas temos fé de que tudo terminará bem. Se te escrevo hoje, algo que talvez você nunca irá ler, é por que meu medo de te perder é muito maior do que o meu de morrer. No início, quando eu apareci, você não me queria por perto. Você não me disse nada, apenas me deu as costas e me disse para ir embora. Mas eu não fui. Você voltou e algo o fez me enxergar de outra maneira e essa maneira se tornou um elo e esse elo se tornou algo muito mais forte do que qualquer outra ligação pai e filho. Assim como a mamãe.
Peço sempre que Deus ilumine sua vida e te leve para os melhores caminhos. Você dá sustos em nós quando fica doente e espero que você não seja mais teimoso.
O dia dos pais foi ontem, mas quero te dizer que você sou eu. Uma parte de mim. Não imagino minha vida sem você ou melhor, não estou preparada para isso. Te desejo muita saúde. Te desejo muita força e também paciência. Não quero que você caia e se cair, eu te buscarei e carregarei. Não sou forte, mas serei por nós dois. Eu tenho amor, eu tenho fé e vou longe, quando eu acredito.
Que Deus o abençoe sempre, que ele te proteja sempre e te livre de tudo que possa te fazer mal, tanto fisicamente quanto psicologicamente. Te afaste de pessoas ruins e te aproxime de tudo que é santo.
Sabe pai, a vida nunca foi fácil e realmente anda bem difícil, mas sabe de uma coisa? Ainda contaremos muitas histórias por aí...


Feliz dia do pais, pai 
Amo você...

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Eu não gosto de crianças parte 2



Boa tarde, queridos caotinhos, devido a alguns comentários na minha postagem sobre "eu não gosto de crianças" (alguns eu não aprovei na moderação) eu resolvi fazer esse outro post um pouco mais pesado e mais sério. Isso aqui serve para todas as pessoas que concordam comigo e também discordam. Por que quem discorda, merece ouvir a "nossa verdade"*.

*É por que a verdade não existe. Ela é construída conforme a sua cultura, ou seja, a sua verdade pode não ser a minha realidade e vice-versa.

Se quiser ler o que eu escrevi -----> Click aqui

Vou começar pela seguinte frase "Crianças são uma benção de Deus" - De fato, elas são. Qualquer coisa boa é vinda de Deus, seja ela uma criança, uma promoção, uma segunda chance para alguém que estava internado ou um dinheiro a mais quando se tem dívidas. Então, não fica exaltando apenas crianças, por que não só existe crianças no mundo. Então pare de graça.
Admiro muito quem quer ser mãe e quem ama de paixão esses "anjinhos" mas assim como a maioria das pessoas respeitam e devem pensar "olha, que show, uma mulher grávida, legal, parabéns" também respeitem a gente. Pode parar de ficar dizendo que a gente, só por que não gostamos de crianças, vamos tacar fogo em uma, que somos monstros. Vem cá, por acaso a gente é obrigada a gostar de tudo? Não, né? Se eu adoro idoso e você não, tipo, que triste para você, por que pessoas idosos são fantásticas, até aquelas ranzinzas. Mas é uma opinião sua, não posso te obrigar a gostar, você não é um rôbo para aceitar. Então, pare de ficar de conversa fiada e ficar soltando frases como: "ah, mas você já não foi criança?" ou "Nossa, você é um monstro"  ou a que mais me irrita "Melhor sensação do mundo é ser mãe" - É sério? Para mim a melhor sensação do mundo é você estar morrendo de fome e comer sua comida favorita. É chegar em casa e ver sua mãe e seu pai ali te esperando.
Essa é minha opinião e acredito que de muita gente também. E você vai fazer o que? Vai obrigar a mim e as outras pessoas a gostarem do que você gosta? Digamos que você deteste molho de tomate, imagina o que ia acontecer se eu empurrasse guela abaixo um molho de tomate na sua garganta, você ia gostar? Então pronto...
Não gosto de crianças pelo seguinte fato de que tenho mais o que fazer da minha vida a que ficar vigiando ou cuidando delas. Isso não significa que eu não possa cuidar durante algumas horas do meu sobrinho por exemplo... Algumas horas não é a vida inteira.
Isso não é egoísmo meu, apenas tenho maturidade o suficiente de entender, que uma criança é sua vida dupla, por que você terá que se dividir e se doar para ela totalmente e eu não quero isso e se queresse, isso sim seria egoísmo, por que iria pensar só em mim e não nela. Seríamos infelizes, afinal, eu não sou o tipo de pessoa que deixa as responsabilidades de lado, mas também não sou a criatura mais amorosa da face da terra e paciente.
Odeio gritaria, seja de crianças, de gente falando alto ou choros e birras. Leva logo um tapão para calar a boca. Funcionou comigo e provavelmente funcionará com outras.
O que mais me irrita, é quando vem aquele grupo de mulheres falar dessa porcaria de "ahhh bebe daqui, ahhh bebe dali, quando vai ter o seu? ahhh fala isso hoje, mas amanhã vai querer ter" minhas adoráveis criaturas grávidas, eu falava isso quando tinha meus 13 anos, falo isso com meus 24 anos, acha mesmo que eu vou mudar de idéia? Quem sabe lá pelos meus 40 anos... Sem contar que morro de medo de ficar grávida, já pensou carregar uma criança durante 9 meses? Eu iria entrar em pânico.
Bem não sei se estou traumatizada com meu sobrinho, por que a criatura chora e berra 24 horas por dia e eu passei 12 meses da minha vida aturando isso bem nos meus ouvidos... Eu não sou mãe dele, não sou o pai, não entende por que tive que passar por isso. Se foi para eu ter certeza de que não gosto de crianças, então funcionou... Não quero ter noites mal dormidas, quero dormir bem e acordar cedo para estudar, viajar e conhecer tudo que eu sempre sonhei. Não quero passar 24 horas por dia vigiando a criatura, quando eu poderia estar escrevendo os livros que eu sempre quis.
Não é um post para falar de mim, mas eu sinceramente falei disso, para que as pessoas parem com essa mania chata de achar que somos alienígenas só por que não queremos ser mães, nem agora, nem mais tarde ou nunca. Todos tem um propósito na vida, tem gente que gosta, tem gente que não gosta e tem planos diferentes... Tem filhos? Legal, muito lindo. Uma guerreira. Minha mãe cuidou de 3 filhos, uma grande guerreira. Mas tipo, respeita, entendeu? É só isso...
Sempre me falaram que eu sou uma pessoa diferente e fora do padrões e para finalizar o post, dedico essa frase que me falaram com uma bela resposta:
"Depois desse texto todo, vou te falar, você nunca vai saber o que é ter um amor incondicional, para te completar, para você cuidar e ser feliz".
- Não preciso ter filhos para me sentir completa e cuidar e ser feliz. As duas pessoas que me completam e estão aqui comigo e elas cuidaram e cuidam até hoje de mim. Agora é minha vez de fazer isso. Esse amor é incondicional e incomparável. Sei que meus pais não viverão para sempre e eu também não, mas espero fazer sempre o melhor, enquanto eu viver.

P.S: Para não acharem que eu nunca pensei em ter filhos, embora eu não goste, já pensei sim (quando mais nova) e se fosse menina, seria Cecília e se fosse menino, seria Cassiano (há quem diga que eu iria pôr de Pierre Alexander) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Podre!



Eu sou muito sentimental, só não demonstro... Menos com crianças (Brinco, brinco, brinco e depois quero distancia).



Beijos...


sábado, 1 de agosto de 2015

Se sentindo triste?

Algo te aconteceu, algo que você gostaria de contar para alguém, de gritar... Mas simplesmente não pode, por que está sozinho (a), sem ninguém para chorar...
Mas eu tenho algo para você:


Aposto que você riu, né? Sabe por que? Por que você é jovem ainda, muito jovem para se preocupar com coisas toscas... Ainda não se sente convencido?
Não tem problema:


Deve ter pensado "Caramba, como essa música é antiga" e se sentiu velho, né? Contrariando o primeiro vídeo. Mas não tem problema, tem uma música nova para você não sentir assim:


kkkkkkkkkkk se sentiu mais velho ainda, não foi??
Calma, eu estava zuando... Essa aqui é nova:


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... Aposto que esqueceu a tristeza e ficou estressado, não foi? Por que a raiva passa mais rápido que a tristeza. Então, dedico esta música para você se acalmar...


E por último... Deixo esta para você refletir e ficar alegre novamente.


Querido caótinho... Não sei qual tristeza está passando em sua vida, não sei por que está triste. Quis só fazer uma postagem descontraida para poder te distrair um pouco. Sabe, eu não estou bem também, fico pensando aqui em minha cama, o que eu fiz para merecer o que eu estou passando. Tive que exercer uma função que não era minha, tive que aguentar calada todo esse tempo pelo simples fato de não poder fazer nada a respeito, apenas esperar algo que não sai nunca. Quando as coisas são feitas para dar errado, elas vem todas juntas, como uma tsunami, vai destruindo tudo. Essa função não era minha... A onda não era para ser minha.

Beijos galáxicos...