sábado, 24 de janeiro de 2015

Eu não gosto de crianças

Isso mesmo, não gosto!
Não se sintam com raiva de mim ou outro sentimento ruim, por que eu não vou maltratar ou xingar ou cometer qualquer outra maldade com crianças. Longe de mim, eu sou uma pessoa boa.
Mas eu realmente não gosto de crianças, não tenho muita paciência. Não gosto dos mi mi mi delas, do choro, não gosto. E não, eu não quero ter filhos. Nunca quis ter.
As vezes, tem pessoas que me olham torto ou que não aceitam a minha decisão ou opinião, ficam falando o tempo todo "fala isso por que você é nova" ou "quando você for mais velha" - Gente, aceita, eu não gosto de criança.
Tem mulher, como já li em um blog, que acha que é mais que as outras só por que são mães ou que estão grávidas. Conheço uma pessoa que tem a mesma idade que eu e me acha a criança da familia. Tipo, eu não ser mãe, não faz de mim uma pessoa imatura, ok?
Isso vale para qualquer pessoa que se identifique comigo.
Olha, eu já cuidei de muitas crianças, eu brinco, sorrio, mas eu apenas não quero proximidade. Sem contar que eu sou muito fresca... Não gosto de nenhuma criança intrometida mexando nas minhas coisas (criança tem aquela fase né?). E última coisa - "Mas, Polly, você já não foi uma criança?" - Sim, e daí? Não sou mais e é provável que alguém também não gostasse de mim naquela época, se bem que eu nunca fui uma criança espoleta... Sempre fui quieta, sem muitas afinidades com outras crianças.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Versões em Piano

Algumas músicas e suas versões em piano que eu considero muito bonitas. Algumas músicas são bem bonitas originalmente e não são boas na versão em piano, mas tem outras que são tão bonitas originalmente, quanto bonitas em piano... Eis aqui minha lista:


1- Limp Bizkit - Behind Blue eyes



2- Alter Bridge - In loving memory


3- Luther Vandross - Dancing with my father



4- Passenger - Let her go



5- Andrea Bocelli - Time to say goodbye


6- Ayumi Hamasaki - Dearest (melhor versão)