segunda-feira, 22 de abril de 2019

Pão "milagre de Jesus"sem glúten e sem lactose (De frigideira)

Gente, isso foi invenção minha. Para mim deu certo, por isso coloquei o nome dele assim, por que foi um milagre kkkk... A base dele é batata, então seria um pão de batata.

ATENÇÃO: Como eu quero engordar, essa receita NÃO É LOW CARB, tudo bem? Eu acho uma chatice ter que procurar por pães práticos assim, que não sejam para emagrecer, me dá uma raiva. Eu não como glúten e lactose por modinha, infelizmente, sou intolerante. Enfim...



Receita (Eu usei medidor para fazer essa receita, caso você não tenha, coloque colheres não muito cheias de farinha).

Ingredientes:
  • 1 batata pequena (Mais ou menos uns 5 cm) ou metade de 1 batata grande.
  • 1 ovo (Essa receita não é vegana, mas eu irei tentar fazer esse pão em uma versão sem ovo para ver se dá certo)
  • 2 colheres (sopa) de farinha de arroz
  • 1 colher (sopa) de farinha de amêndoas (Aqui você pode trocar por mais uma de arroz ou de aveia)
  • 1 colher (café) de açúcar (Pode usar qualquer açúcar, eu usei o demerara)
  • 1/2 colher (café) de sal (Gente, eu não gosto de nada muito doce e nada muito salgado, essas medidas funcionam muito bem para o meu paladar. Não fica um pão sem sabor, mas qualquer coisa, você pode provar a massa e vê se precisa dar mais um toque).
  • 1 colher (café) de azeite (Pode usar qualquer óleo: Girassol, de coco, soja...)
  • 2 colheres de água mineral (Aqui, eu sugiro que você preste atenção no ponto. A massa é bem homogênea, mas não é líquida e nem muito dura, ela lembra um purê de batata mole).
  • 1 colher (café) de fermento químico
  • Manteiga para untar a frigideira
  • Temperinhos á gosto (orégano, cúrcuma, cebolinha, cheiro verde...)


Como fazer:


Primeiro, coloque a batata para cozinhar até ficarem bem macias (ponto de purê) e deixe esfriar. 
Em uma tigelinha, junte as farinhas (o sal e o açúcar também) e misture formando um mix de farinhas. Daí você vai peneirar e deixar reservado.












Com o purê já morno, amasse bem e coloque o ovo. Nessa etapa, você pode bater no liquidificador para não ficar com pedacinhos da batata no pão e também pode tirar a pelinha do ovo para não ficar o cheiro (Para mim não fica com cheiro e eu não me importo muito com os pedacinhos de batata.















Com a mistura já pronta, acrescente as farinhas até virar uma massa pesada. E depois acrescente o azeite e a água. Misture bastante. Se você vê que a massa ficou muito dura, acrescente um pouco mais de água. Ela tem que ficar na consistência de massa de bolo de fubá, cremosa. Quando atingir isso, acrescente o fermento por último e mexa suavemente só para incorporar.


Unte a frigideira com manteira ou outro óleo de sua preferência e coloque a massa com o fogo ainda desligado. Se você usar uma frigideira grande, pode pôr a massa toda, mas se for pequena, igual a minha, divida a massa em duas porções. Daí coloque em fogo mínimo (aquelas boquinhas pequenas) e tampe e deixe assar por uns 5 minutos ou até estar cheirando e a parte de cima estiver sequinha para virar. Quando isso acontecer, você vira o pão e deixa dourar o outro lado. Se caso você não tiver uma boca pequena, coloque uma grelha em cima da outra para minimizar o fogo e não queimar.



Esse foi o resultado do pão,  uma eu fiz normal (Para cortar depois) e a outra eu rechiei com queijo. Você pode colocar o recheio que você gostar. (Nesse caso, você põe um pouco da massa, põe o recheio e depois cobre de novo com massa). AHHHHHH é mesmo, SÓ CORTE O PÃO QUANDO ELE ESTIVER MORNO... Por que se cortar com ele muito quente, pode embatumar.


Embora ele seja feito com farinha de arroz, o pão fica bem macio, mesmo depois de frio. Eu sinceramente gostei muito dele e fiquei muito feliz comigo mesma, por ter conseguido fazer uma receita dessas e espero que vocês façam e que também gostem!


Gostou da postagem? Então me conte aqui se você fez e o que você melhorou ou tirou, compartilhe suas descobertas comigo, quero aprender, capiche?
Não esquece de curtir a página do mundo ali ao lado ------------------->
BEIJOS GALÁXICOS!


Magrelice: Cardápio

Olá, queridos caótinhos, como vocês estão?
O post será rápido hoje, vou mostrar o meu cardápio, o que eu comi nesses dias para engordar. Tenho feito alguns cursos e estudado bastante, ultimamente, por isso me afastei um pouco. Até no site que eu estava escrevendo, eu sumi. Ms enfim, aos poucos eu irei atualizando vocês. A propósito, tem receitinha nova para vocês, invenção minha e estarei fazendo um outro post com ela :)

Café da manhã












Tapioca com queijo sem lactose + Suco de cupuaçu

Lanche da manhã

Gente, eu sempre esqueço de bater foto, mas olha, não vou mais esquecer :O
Foi vitamina de abacate com sequilhos (sem glúten e sem lactose)

Almoço












Eu adoro frango kkkkkkkk isso foi um estrogonofe, com arroz temperado (cenoura e brócolis), purê de batata e farofa.

Lanche da tarde












Bolo de laranja com suco de goiaba, se vocês quiserem a receita, eu posto aqui. Esse bolo é bem prático, leva poucos ingredientes e é de frigideira. Vale lembrar que é sem glúten e lactose.





Janta

O mesmo do almoço

Ceia

Eu comi o resto do bolo de laranja, por que eu não consigo comer tudo de uma só vez kkkkkkk



Gostou da postagem? Então comenta aqui embaixo se você gostou de alguma comida e não esquece de curtir a página do mundo ali ao lado ------------------>
Beijos galáxicos!



domingo, 14 de abril de 2019

Só se enxerga com embalagem

Quanto mais vivemos, mas aprendemos sobre as pessoas ao nosso redor, isso é um fato. Sejam aprendizados bons ou ruins.
Talvez a maioria aqui deve pensar que isso é normal ou que não ligam para o que eu irei escrever agora, bem, é como eu me sinto.
Nos últimos meses ou anos, já nem me recordo ao certo quando isso aconteceu, mas notei o quanto as pessoas são superficiais (até quem é próximo da gente) e só te enxergam quando você tem, é ou faz alguma coisa de especial, algo na qual pode, efetivamente, beneficiá-los. Uma embalagem. Te veem na gôndola, analisam sua embalagem (aparência), conteúdo (o que você é ou tem) e só depois, decidem se compram (te conhecem) ou não.
Convenhamos, são interesseiros.
Você tem admiração pelas pessoas e elas simplesmente não estão nem aí para você, te olham, mas não te enxergam. Passam e não falam conosco, fingem que nós não existimos e se você tenta falar, corre o risco de ficar no vácuo. Isso machuca e como machuca... Quando vem de pessoas que você gosta e tem afeição.
Você se preocupa, manda mensagem e tenta uma proximidade, só para ter uma amizade e cagam e andam para você. Não te respondem ou apenas não quero conversar com você e por que com outras pessoas é diferente? Por que só comigo é assim?
Me tornei tão emotiva a ponto de escrever algo desse tipo. Mas cara, isso tem me irritado muito ultimamente. As vezes me pego pensando como as pessoas conseguem fazer isso com as outras? Eu não consigo, posso demorar a responder, posso até sumir por uns tempos, mas nunca deixo ninguém no vácuo ou destrato.
Tenho me sentido sozinha... Na real, todos estamos. Tudo que eu tenho feito, faço sozinha e chega um momento que a gente passa a se habituar com isso. Apreciar nossa própria companhia. Quando temos que socializar, bem, dá preguiça. Na maioria das vezes, eu prefiro estar só, agora, fazendo o que eu quero, sem depender de nada.
Guardei meus sentimentos,  meus problemas e meus pensamentos para mim, só me dei mal quando resolvi ser uma pessoa mais comunicativa. Ninguém vai entender como eu me sinto. Como alguém que nunca viu neve, por exemplo, pode descrevê-la com exatidão? Se não sente ou não vê, não entende.
Tudo que me resta agora, é decepção. Nem raiva, nem tristeza, nem rancor... Apenas decepção. Já tem alguns dias que eu já não tenho consideração por ninguém mais e nem ligo mais para a opinião alheia. Viverei minha vida e nada mais...

Capital inicial - Primeiros erros



Nem sempre temos dias bons e a maioria deles só chove, mas se você se identificou com alguma coisa, comente aqui embaixo sobre suas experiências. Não esqueça de curtir a página do mundo ali ao lado ------>
Beijos galáxicos.


terça-feira, 2 de abril de 2019

Músicas de filmes que a versão brasileira é melhor

Tem muito filme por aí, principalmente da Disney, da qual a versão brasileira (a dublagem) é melhor que a original. Mas isso é minha opinião, não que isso seja verdade. Confira aqui embaixo:

1 - Moana - Saber quem sou


Eu já escutei outras versões e tirei minha conclusão de que a dublagem brasileira é a melhor. Não por que eu sou daqui, mas pelas seguintes características: Todas as outras versões, a voz da Moana soa parecido com outras vozes, sem muita diferença. Sei que eles buscam o dublador que seja o mais parecido possível com o original, mas mesmo assim, acredito que deva ter um encaixe de voz para o personagem. Algumas vozes parecem um tanto adultas para a personagem, que ao meu ver, é uma adolescente. Uma outra coisa é a entonação na hora de cantar, a versão original, a menina canta muito bem, a voz dela é linda, o problema é que eu não vi emoção no que ela cantou. Diferente da versão Francesa e da Brasileira, por exemplo, que as cantoras cantaram interpretando a letra da música.

2 - Spirit: O corcel indomável - Não pretendo desistir


A versão original é do Bryan Adams, um cantor de mão cheia, gosto muito das músicas dele e a interpretação dele no filme foi muito boa, só que para mim, a versão do Paulo Ricardo foi mais tocante. A voz dos dois são similares, voz rasgada e aberta.
O Paulo Ricardo deu um toque especial na dublagem, por que o sotaque dele deu um tom de "Marra" na música e a letra dela trata disso mesmo, de alguém ser difícil de ser domado, ou seja, é livre. Quando ouvimos a música, nós sentimos a emoção e a mensagem só pelo modo que ele canta, o que eu não sinto quando escuto a versão original (não que não seja boa também).

3 - Mulan - Homem ser


O que dizer do meu crush de filme? Mulan com certeza foi um dos filmes que merece um oscar pela dublagem brasileira. Principalmente a música épica "Homem ser" que para mim, não tem versão melhor (nem a original, apesar de ser muito boa). Por que a música tem uma mistura da força e fé com o cômico e a dublagem conseguiu unir essas duas coisas na música, o que a torna inesquecível e incomparável. Não posso esquecer da versão Chinesa, interpretada pelo queridíssimo Jackie Chan, que também é uma baita versão boa. Só não leva o troféu por causa da letra que ficou um tanto violenta demais para um filme Disney (Mas era de se esperar, pois o exército Chinês não é brincadeira... Todos né kkkk).


Impossível não lembrar de Robin Williams quando vemos e escutamos o gênio. A versão original "Nunte teve um amigo assim" eternizada na voz do ator, nunca será substituída, o que não significa que os que vierem posteriormente (como Will Smith) não possam ser muito boas e dignas de aplausos. Não era para essa música estar nessa lista, por que a dublagem do gênio foi feita pelo dublador do Robin Williams em filmes, então é quase que uma coisa só. Mas por que eu coloquei? Por que simplesmente tem aquele toque brasileiro que nenhum gringo consegue imitar. A alegria e doidice. Portanto, mesmo que eu goste muito mesmo da original, eu ainda sim vou escutar e preferir a versão dublada.

5 - O rei leão - Quer um pouquinho?

Esse aqui é sem comentários, é a cara do BR. Com certeza a melhor versão de todas, inclusive da original kkkkkkkkkkkkkkkkkkk...















Gostou da postagem? Então comente aqui embaixo se você considera essas ou outras músicas na versão brasileira, melhores que a original! E não esquece de curtir a página do mundo ali ao lado --------------------------------------------->

Beijos? Beijos galáxiiiicos, é claro! :D

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Magrelice: O que eu como no dia?

Convenhamos, eu sou teimosa. Eu não desisto tão facilmente, meu amor e depois de estar recuperada, voltei a malhar (depois de muita preguiça, também "kkkkk"). E vamos lá separar o que comer, toda semana.
Esse quadro desde o início era para mostrar o que eu costumo comer para ganhar peso, ainda mais agora que a pessoa aqui, não pode comer muitas coisas. Então, sem mais delongas, segue o barco...

1- Café da manhã












Esse é um pão de arroz com queijo sem lactose e peito de peru. Daí como o pão + o suco (que geralmente é de goiaba, cupuaçu ou bacuri) + uma fruta (que na maioria das vezes é banana ou maçã). Eu não tomo café com leite, não por que eu não gosto, mas por que eu tenho muito refluxo, então evito. De vez em nunca, eu tomo de teimosa.
Ao longo das postagens, vou variando e adicionando o que eu costumo comer no café para ganhar peso.

2 - Lanche da manhã

Eu não bati foto, mas o que eu costumo comer é meio abacate com mel e leite em pó (sem lactose). Ou banana e mamão com leite em pó sem lactose (sem mel por que o mamão na maioria das vezes já é doce).

3 - Almoço












Aqui eu coloquei 4 colheres de sopa de arroz parbolizado, 1 pegador de macarrão de cenoura, 1 pegador de couve refogado na manteiga, 3 pedacinhos de carne (eu não sou muito fã de carne) e batata grelhada no azeite.

4 - Lanche da tarde

2 tapiocas de cocô + suco

5 - Janta
Geralmente o mesmo que o almoço.

6 - Ceia
Mingau de tapioca com 1 colher de pasta de amendoim (gosto muito).


É isso pessoal, vou tirar mais fotos para mostrar a vocês e ir postando (assim que eu perder a vergonha) dos meus treinos, que inicialmente é só para adaptação devido a minha condição. Mas em breve estarei pegando pesado hehehehe. Aos poucos eu tenho aumentado a quantidade de comida, por que ainda é difícil comer muito.



Gostou da postagem? Então comente aqui embaixo se você quer ganhar ou perder peso. Não esquece de curtir a página do mundo ali ao lado ------------>
Beijos galáxicos!

segunda-feira, 4 de março de 2019

Dorama: O livro da família Gu

Esse drama eu vi já tem um tempo e foi um que eu gostei bastante, ainda mais por ser do tema medieval (que eu já não curto tanto). Apesar da história ser bem triste, ainda sim, vale muito a pena assistir. Como já tem tempo que eu vi, ele não está mais disponível na netflix e nem na viki, mas tem sites que você poderá baixá-lo.

Imagem: https://www.nerdtrip.com.br/series/dorama/gu-family-book-o-preco-de-uma-escolha/


Título: O livro da família Gu - 구가의 서
Ano: 2013
Diretor (a): Shin Woo-chul, Kim Jung-hyun
Gênero: Fantasia, romance
País: Coréia do Sul
Episódios: 24
Disponível: Viki para passe vip e no site: Donwload


Sinopse: O drama é dividido em duas partes: Uma no passado e a outra no presente do passado hehe

Parte 01 - No passado

Nessa época medieval, na Coréia do Sul, existiam muitas províncias na qual o homem era o chefe de suas casas e sua família. Sua esposa e seus filhos os pertencia, como se fossem propriedades. Também existiam muitas histórias acerca de criaturas sobrenaturais, uma delas, o famoso "Gumiho" (Para quem viu Naruto, Gumiho é quase o mesmo que o youkai raposa kyubi) e embora ninguém ainda o tivesse visto, as pessoas acreditavam que exista um Gumiho, de fato, protegendo as florestas.
Tudo começa com a família de Seo Hwa (Lee Yeon-hee) que vivia feliz em uma pequena província, até que seu pai foi acusado de traição injustamente e execultado na frente de toda a família pelo terrível general Jo Gwan-Woong (Lee Sung-jae). Com a família em desgraça, Seo Hwa foi vendida como Gisaeng, vulgo prostituta junto com sua criada e seu irmão vendido como escravo. Corajosa e orgulhosa, Seo Hwa não aceitou a situação imposta pelo destino e desafiou a chefe do prostíbulo que ordenou que a amarrassem na madeira da vergonha, uma espécie de tronco de punição, onde as mulheres eram amarradas semi nuas por vários dias. Depois de ficar sem comer e beber água por vários dias, a moça foi levada para dentro e após muitas desavenças, acaba se tornando uma Gisaeng. Quando descobriu que sua primeira noite iria ser com Jo Gwan - Woong (O general que assassinou seu pai), Seo Hwa armou um plano e fugiu para a floresta onde conheçou o Gumiho Gu Wol-ryung (Choi Jin-hyuk). Sem saber da real identidade do protetor da floresta, os dois acabam se apaixonando.
O monge Sojung (Kim Hee-Won), amigo de Wol ryung, o alerta de que as criaturas não podem interferir no mundo humano, pois isso traria consequências, então o Gumiho decide virar um humano indo atrás do livro da família Gu, mas para que ele pudesse ter o livro, precisaria ficar em jejum durante vários dias, caso quebrasse o ritual, se transformaria em um demônio de 1000 anos e se esqueceria de quem é aos poucos. Os dias se passam e os dois se casam, porém, sempre perseguida por seu passado, a doce Seo Hwa acaba sendo presa pelos guardas de Jo Gwan e em uma tentativa de salvá-la, Wol Ryung acaba revelando sua real identidade e matando a todos, quebrando o ritual. Seo Hwa fica chocada ao saber quem era de verdade, o homem que se casou, sendo assim, acaba fugindo  e traindo a confiança de Wol Ryung, trazendo os guardas para matarem a criatura. Depois de várias batalhas e tristezas, para proteger Seo Hwa, mata Wol Ryung, que desaparece na terra.



Preenchida pelo ódio e pelo arrependimento, Seo Hwa é poupada pelo general da morte, ao descobrir que ela estava grávida. Deixando-a na floresta com o Monge. Seo-Hwa com medo do futuro, abandona o bebê em um riacho e pede ao monge para que ache uma família a ele.
Não muito longe dali, o proprietário da pousada dos cem anos o encontrou e graças ao monge resolveu adotar a criança e cuidar dela.

Parte 02 - O presente do passado

20 anos depois, o bebê se torna  Choi Kang-chi (Lee Seung-gi) um jovem cheio de energia e que só se mete em confusão. Apesar de ser um arruaceiro, Choi Kang sempre é recebido bem pelas pessoas por sua justiça e bondade, o que ninguém sabe, é sobre seu passado misterioso.
O tempo passa e o monge reaparece e conhece a jovem ninja Dam Yeo-wool (Bae suzy) e a alerta sobre um encontro inesperado com um jovem rapaz e que é para ela o evitá-lo a todo custo, por uma vez que o destino se encontrassem, nada mais poderia ser feito. Embora tenha ficado alerta pela profecia do monge, Yeo - Wool conhece Kang - chi e os dois se apaixonam, mas Kang - Chi descobre sua verdadeira identidade e teme estar perto de Yeo - Wool, o que faz ele procurar o monge para tentar se tornar humano com a ajuda do Livro da família Gu, como fez seu pai (que ele não conhece) no passado. Sabendo que a história iria se repetir, o monge tratou de agir em prol do bem e muitas confusões, velhos e novos inimigos surgem, tanto quanto novos personagens para compor essa história cheia de magia e drama.



É um dorama que vale a pena ver, tem algumas coisas que nos dão raiva e não dá para entender muito, mas temos que lembrar que estamos falando da Coréia e naquela época as coisas eram bem estranhas e machistas mesmo. Apesar de ser uma trama longa, é super cômica também. A trilha sonora é uma das coisas mais lindas, principalmente o tema da Seo Hwa e do Wol Ryung.



Gostou da postagem? Então comente aqui embaixo se você já assistiu esse drama e se gostou?
Não esquece de curtir a página do mundo ali ao lado --------------->
BEIJOS GALAAAAAAAXICOS!






domingo, 24 de fevereiro de 2019

Mapingua nerd

Alô, alô caótinhos, trouxe uma novidade a vocês. A pessoa aqui começou a escrever em um site chamado: MAPINGUA NERD
Se você gosta de assuntos da cultura geek e se considera um nerd nato ou não (tem gente que não gosta de rótulos) seu lugar é aqui. Engloba notícias da região norte e também algumas curiosidades, ou seja, de tudo um pouco, mas que esteja relacionado a esse universo mágico.
Comecei semana passada e meus post serão publicados essa semana, como sou novata, há coisas que eu ainda não sei e devo aprender (espero não fazer caquinha).
Quase há 11 anos aqui no blog, migrar para o Wordpress não foi moleza, apesar de já conhecer um pouco da interface dele, confesso que não sou expert e nem conheço muitas funções - Calma que não vou embora daqui - Acho que com o tempo, irei pegando os macetes e espero ficar boa.

Convido vocês a visitarem a página deles e a curtirem também:

Vocês podem me encontrar por lá e me dá essa força ;)
A propósito, estou aprendendo a mexer no adobe premiere e depois de quase décadas, finalmente vou poder elaborar a primeira edição do mundo caótico no youtube! Enfim...

*Por que Mapingua?
Bem, esse nome se refere ao Mapinguari, que é uma criatura folclórica da região amazônica.


Gostou da postagem? Então curte a página do Mapingua, a página do mundo ali ao lado ------>
E beijos galáxicos!