sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Anime da vez é: Kaleido Star

Vou falar um pouco desse anime que eu gosto bastante. Depois do inuyasha, esse é o meu favorito. Sempre fui fã de animes e até hoje adoro ver e rever os antigos e os novos, é claro. Não tenho muito tempo para ver os animes e as séries que eu tanto gosto, portanto, sempre ficam pela metade. Em 2050 eu termino... brincandeira kkkkk. Mas ainda terei em minha mente caótica todas as séries ultra mega power legais.
Voltando, kaleido star é um anime, sinceramente, voltado para as meninas. Por que isso? Por que ele é bem feminino mesmo, bem colorido. Só que, não é um anime com uma história frufru, muito pelo contrário, a história desse anime é extremamente motivadora e dá vontade de chorar a cada capítulo. Eu, particularmente, quando vi esse anime por completo, fiquei pensando nos meus sonhos e acredite, deu vontade de incorporar e falar as mesmas coisas que a protagonista.
O anime kaleido Star conta a história de um circo de mesmo nome e a luta da protagonista, Sora Naegino, para entrar nele. 


O sonho dela é trabalhar no circo (acredite, as apresentações parecem com a do cirque du solein). Então ela pega um voo do Japão até os Estados Unidos para fazer o teste. Só que, chegando lá, ela se desentende com Carlos (O dono do Kaleido Star) mas ela não sabe que ele é o dono. E nesse empasse, ela é assaltada, o que a faz se atrasar para o teste. Quando ela chega no circo, a Layla (atual estrela do kaleido) despensa a Sora por que ela chegou atrasada. Então é aí que começa os detalhes do anime, amizade, coragem e acima de tudo, perseverança. É um anime que a todo momento está te motivando a ir atrás dos seus sonhos e que nada e nenhum obstáculo é capaz de te deixar no chão quando você cair.
No fim, o Carlos dá uma nova chance para ela (por que na verdade ela foi assaltada por culpa dele) kkkkkk e aí começam as aventuras.... Claro que, muitos choros, muitos olhares tortos e aquela velha história de "seguir ou não" dúvidas se continuar é o melhor.
Vale a pena assistir o anime, são 50 episódios + OVA




Aqui a abertura do anime, que também tem uma letra muito bonita..


Este é um anime pouco conhecido e passou uma única vez no Cartoon network (já tem tempo isso) mas mesmo assim, não esqueci desse anime fabuloso. Uma frase que eu nunca vou esquecer-cer-cer-cer é quando a Sora diz: "Os sonhos são as asas que ajudarão você a voar!" 
Kaleido star te ensina muitas lições e cada personagem com sua personalidade característica, te faz pensar em coisas sobre sua vida e faz você melhorar também. Cada, fala, frase ditas. Vale muito a pena.
É  isso galera e até o próximo post... Quem gostou comenta, deixa sua sugestão na caixa azul ali do lado e me segue... 

Beijos galáxicos

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Sem respostas

Para onde vão as almas?
Uma pergunta que não tem resposta. Por que, talvez, não há provas de algum lugar depois da morte.
De todos os meus anos de catequese, sempre me ensinaram que a morte não é o fim e sim o início da vida eterna. Como seria viver eternamente em um lugar que a gente não sabe que existe? Nós somos tão céticos, a ponto de não conseguir acreditar nas coisas mais simples ao nosso redor. Mas não é nossa culpa. Por que fomos habituados, através da ciência, a crer somente naquilo que a gente vê. Como Tomé na passagem do barco em alto mar da bíblia.
Minha fé é estranha, sinceramente, não sei no que eu acredito. Já tive duas provas de que Deus existe, mas não entendo por que essa dúvida ainda reina em mim. Talvez por que eu não conheça o que vem depois que a gente parte. Eu tenho medo da morte, medo de não ter mais nada e de tudo que eu sei sobre Deus e o paraíso, seja preto. Total escuridão.
As vezes eu me pergunto por que Deus deixa as pessoas boas morrerem, deixando as outras. Há tanta gente ruim presa, tanta gente ruim solta. Por que fazer isso com a gente?
Sei que sou um grão, perto da sabedoria do mundo e dele. Não consigo entender os planos de Deus e as vezes não me conformo. Por que ele não ilumina alguém para achar a cura das doenças mais traiçoeiras que existe? Por que todo mundo não pode morrer de velhice, ter uma vida confortável?
Como meu namorado me disse, se Adão e Eva cometeram o pecado original, por que todos pagarem por esse pecado? Somos descendentes, mas não somos as mesmas pessoas. Sei que preciso entender mais sobre Deus e preciso me aproximar mais dele. Há muito tempo que não vou a igreja e de alguma forma, o dom que ele me concedeu ainda permanece em mim. As músicas ainda me tocam profundamente, me fazem chorar como se eu estivesse perdida procurando por algo.
Estou triste, o avô do meu namorado faleceu há alguns dias. Fico imaginando em tudo que ele viveu e em tudo que ele sofreu. A mãe da minha sogra. A primeira vez que o viu, o primeiro beijo, o casamento, os filhos, anos e anos acordando ao lado daquele que ela tanto amava. Um nó no meu peito se forma e eu imagino eu e meu namorado, a morte é algo presente e ao mesmo tempo angustiante. Eu sei que não devo pensar nessas coisas, entretanto, não consigo evitar. Agora ele se foi, por que não poderia fazer cirurgia nele? Por que mudaram o tratamento dele? Por que você quis isso, meu Deus? Eu sei que há algo que eu não sei e acho que nem vou saber. Queria entender e ter respostas.
Quando olho para meu pai, posso perceber o quanto o tempo passa, seus olhos tão enrugados. Minha mãe está envelhecendo também. Eu também, rápido demais. Faltam dois anos para meu pai atingir a idade máxima para uma cirurgia... Por que Deus nos deixou com essas duas opções? Ou faz o transplante e tenta ficar bom ou continua o tratamento com a dúvida se realmente o remédio vai ficar fazendo efeito até o fim. Por que é tão incerto? Não quero ver minha chorar pelo meu pai, presenciar tudo que eu presenciei com o avô do meu namorado.
Querido, Deus... Se não podemos evitar a morte, então, Senhor, por que não nos dar o poder de consolá-la?
Não quero ver a tristeza nos olhos das pessoas, tem que ter algo que possa ser feito para isso não acontecer. Não é justo as pessoas sofrerem...


Comunidade Shalom - Abraço eterno



"Nem as torrentes, das grandes águas, conseguirão apagar esse amor. Pois suas chamas são fogo ardente, mais do que a morte, é tão forte esse amor."

Meia noite

Por que o amor, um sentimento bom, machuca tanto?
Será mesmo que devemos amar muito uma pessoa? Para no fim de uma noite, algo doer em seu coração como uma chama queimando a pele?
Por que o amor as vezes dói? Não seria injusto uma pessoa chorar por algo assim?
Tenho a impressão de que eu nunca vou ser feliz completamente, como se a cada noite, tudo que era realidade, se torna ilusão.
Há algo preso em minha garganta e eu não consigo emitir nenhum som. Ninguém conseguirá me escutar.

"Ninguém sabe quem eu realmente sou. Eu nunca senti este vazio antes e se eu em algum momento necessitar de alguém, que permaneça comigo, quem irá me confortar, e me manter forte?
Nós estamos todos remando o barco do destino. As ondas ficam vindo em nossa direção e nós não podemos escapar, mas se nós nos perdermos em nossos caminhos, as ondas irão guiá-lo através de um outro dia.
Tendo apenas um suspiro distante, parecendo ter crescido transparente. Embora eu pudesse ver na escuridão, apenas fui cegada. Ofereça suas preces e espere por um dia novo para chegar até aquela costa, onde o mar vívido brilha. Ninguém sabe quem eu realmente sou,talvez eles apenas não liguem. [...]"

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Mundo caótico - A origem

Eu tenho este blog desde 2008 (não lembro de que mês, mais ou menos) acredito que desde dezembro. Como foi que ele surgiu? A ideia de fazer este blog partiu de um emaranhado de sentimentos no auge dos meus 17 anos. Uma jovem um tanto rebelde e cheia de problemas familiares e ao mesmo sentimentais (que hoje, para mim, não tinha tanta relevância) Mas sabe como é adolescente. Então, particularmente, a criação deste blog surgiu pelo simples fato de uma desilusão amorosa que me ocorreu em 2008. Como eu não tinha ninguém para conversar, minhas colegas me aconselhavam, me falavam para esquecer, porém o que dizer ao coração? Foi então que criei o blog e comecei a escrever sobre o que eu sentia e demais coisas que circundavam minha mente e que eu queria escrever para me sentir melhor. O nome variou bastante, até que eu finalmente me encontrei em - Mundo caótico - Ler o que eu escrevo, aprender alguma coisa pela minha experiência, sentir o que possivelmente eu senti, escrever para desabafar, entender o meu eu confuso.
Deixei o blog parado 2 anos e retornei em 2010, decidi apagar os post antigos e esquecer do passado. Naquela época eu achava que era melhor, mas hoje, eu sei que, não devia ter feito isso. Então, se alguém sabe como recuperar post excluídos do blog, favor comentar e me dizer, por que eu gostaria muito de recuperá-los. *--*
Eu mudo constantemente, até por que minha idade não é mais a mesma, e consequentemente o blog também muda. As coisas que eu posto, de tudo um pouco. Minhas experiências, minhas tristezas, sonhos, relatos de coisas que aconteceram, felicidades.
Não entendo muito de blog (mesmo estando aqui há tempos) contudo, recebo visitas diariamente e por vezes, comentários de pessoas que gostaram de algum post. Eu fico feliz. Por que ajudou de alguma forma. Então agradeço a todos que comentaram e a todos que me seguem.
Também gostaria de comunicar da caixa de mensagens... Aquela azulona ali do lado kkkkk (nada chamativa) - Ela serve para você me enviar críticas, sugestões, opiniões e o que você gostaria de ver por aqui no blog. É claro, se gostou de algum post, não esquece de comentar kkkkkkkkkk     *--*
Ali do lado também, há a aba de "pensadores" seja um pensador caótico também e me siga no blog ou pelo google +1 (que eu também não entendo tanto, mas estou quase lá).

Ah sim, esses dias conversando de blog com o Lito, descobri que o meu blog é um dos primeiros no google. Digite "Mundo caótico"  e ele aparecerá lá, na primeira página. Sério, eu fiquei pasma, o blog não é tão conhecido assim... Eu achei estranhão kkkkkkkkkkkkkk Ou pelo menos está ficando conhecido. Tenho que postar mais postes que chamem a atenção kkkkkk brincadeira. Apenas fico feliz de poder ajudar de alguma forma.

domingo, 17 de novembro de 2013

Olá, mundo...

... Esta é uma carta para você. Por que o espanto? Você não costuma receber cartas? Então, esta será a primeira que você receberá.
Por que tanta guerra? Você não conhece uma palavra chamada respeito? Não te ensinaram na escola que só Deus pode tirar vidas?
Se ele te deu inteligência, foi para melhorar a humanidade e não para destruí-la. Com que direito você acha que está certo e o outro não? A bíblia? O alcorão? Ou simplesmente sua falta de massa cinzenta em não aceitar perder?
Abre seus olhos e veja que ninguém está certo e que a única certeza da vida é o ar que respiramos.
Se metade do mudo deixasse seu orgulho de lado, aqui seria um lugar melhor.
Eu quero viver ainda, sem medo de que alguém possa jogar uma bomba nuclear ou uma arma química, só por que a minha religião é diferente da sua ou por que você é mais rico, vem cá? Essas diferenças, faz você ter 4 braços a mais que eu? Ou dois cérebros? Se somos iguais, então por que fazer coisas assim?
É vontade de ver a guerra? Então vá para um hospital de loucos que isso não é normal.
Por que vocês não param de brincar de ser criança e começam a se comportar como adultos? Deixa a guerra para os jogos de tabuleiro.
Vocês sabem quantas doenças existem no mundo? Quantas pessoas boas morrem por que não tem assistência hospitalar suficiente para tratá-las? Sabe o quanto dói, ver alguém que você tanta ama, partir?
Não sabe, sabe por que? Por que vocês são tão egoístas (e ainda se julgam religiosos e falam de Deus) a ponto de não pensar nos outros. Estão morrendo, morrendo por doenças que poderiam já ter cura, se investissem mais no avanço da medicina.
Quantas brigas tolas e fúteis, o que vocês tem na cabeça? Já sei, vocês não tem cabeça, não é?
Eu fico com raiva disso, fico mesmo. Quanta perda de tempo. Brigas por terras? Para que? Você levará para o céu a terra que você tanto lutou? Brigas por causa de religião. Eu teria vergonha de mim mesma de fazer tudo o que vocês fazem e ainda pronunciar o nome de Deus. Você deviam ter vergonha na cara, todos você... O mundo não é uma cobaia de laboratório. Tudo aqui é vivo e real. 




sábado, 16 de novembro de 2013

Oceano




Eu nunca me perguntei se eu realmente gostava de você, mas, sempre havia algo lá no fundo que me fazia desacreditar no amor que eu sentia. Achava que era passageiro, algo de momento...Será que eu estava mesmo gostando? Será que as minhas cartas e minhas palavras de amor eram por que eu nunca tinha experimentado, antes, esse sentimento?
Então veio as brigas, os perdões, os desentendimentos e mais desculpas. O tempo passou e eu estou aqui escrevendo no meu blog novamente sobre você e com uma certeza. Eu amo você. Assim como na novela o 'cravo e a rosa' - Eu, a Catarina, comecei a me entregar realmente para o amor e você me fez mudar. Me fez crescer.
Quanto mais o tempo passa, mas me vejo solitária quando você vai embora - "fica" - é a primeira palavra que vem em meus pensamentos. O cheiro do seu perfume em minha blusa faz uma chama arder em meu coração. Como eu posso sentir tanto sentimento, quando a única coisa que posso pensar sobre isso, é em como eu cai nesse oceano.
Como eu posso amar tanto você? Não consigo me ver longe, longe dos seus carinhos... A ternura dos seus beijos e o encanto do seu olhar.
E foi assim de repente no meu coração, onde tudo começou. Antes uma confusão de idéias, sim, não, sim, não mesmo! Até que em um momento o sim permaneceu e tudo ficou claro e ao mesmo tempo mais confuso. Como deixá-lo ir embora toda vez que eu te ver, como não te abraçar, como não te beijar toda vez que eu te vejo? Como não te admirar?
Sinto o medo, de te perder, sondando minha mente, sinto ciúmes (por vezes não demonstro). Todas as músicas, todas as palavras, todos os toques estão tatuados em mim.
Em qualquer lugar estarei, em qualquer circunstância te amarei... Sempre! 


As vezes, escutando a música da Adele - someone like you. Eu choro. Por que não quero que a letra da música seja uma realidade em minha vida. Talvez eu não devesse te amar tanto... Mas eu não tenho mais o controle.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Ana

De origem hebraica, o nome Ana significa "cheia de graça" - Acho que isso realmente é verdade, por que minha mãe é, certamente, cheia de graça. Não no sentido literal da palavra por que ela não é nem um pouquinho brincalhona (mas ela ri, já deixo claro... Não das minhas piadas, mas ri kkkkkk) Mas sim no sentido de ser a luz, por que quando eu olho para minha mãe, vejo luz nela.
Sabe, eu e minha mãe não temos uma relação muito boa, nós vivemos brigando. Só que a nossa ligação, vai além das palavras mãe e filho e não cabe a mim explicar o por que disso, só que, o meu cordão umbilical foi diferente de qualquer outro já existente e bem mais forte que qualquer metal.
Se eu fosse levar para o campo da astrologia, eu sou do signo de gêmeos e a mamãe é de escorpião, ou seja, a gente não combina em nada, são dois signos totalmente diferente. Faz sentindo, eu não me dou tão bem com os escorpianos, a começar pela mamãe. Mas de certa forma, há uma liga invisível que une esses dois, não sei ao certo, ao meu redor, tenho mais amigos escorpianos do que outra coisa e cá entre nós. Parece que eu tenho blindagem... Por que eles passam segurança.
Minha mãe é assim, ela é guerreira, ela é poderosa, vingativa, amorosa e protetora. Digo, super protetora. Mandona e encrenqueira. Possessiva e certamente rancorosa. Justa, digna, sempre na língua uma resposta afiada ou um conselho. Das raras vezes que chorei em seu colo, pude sentir a doçura das suas palavras e do seu amor. Como eu amo você, mãe!
Fico te olhando, sinto muito se não sou a filha mais perfeita do mundo. Mas eu sou eu, a chata que fica pegando no seu pé.
Hoje é o seu dia... E você está em minhas orações todos os dias. Hoje você completa mais um ano de vida e eu só tenho que agradecer por você está comigo. Mesmo nas brigas. Não me imagino sem você, mãe. Não imagino os melhores momentos da minha vida, sem você.
Por isso, que te desejo o que nem palavras conseguem expressar, somente Deus sabe e só cabe a ele lhe conceder tudo que eu pedi, tudo de bom.

Eu te amo, parabéns....


"Você é algo assim, é tudo pra mim... É como eu sonhava"

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O que fazer no tédio?

Nada de ler livro... Livro, embora você goste muuuuuuuuuuito de ler, não é bom nas horas de tédio, por que você com certeza estará sem paciência para prestar atenção.

1 - Aquele domingão, sem nada que preste na TV e nada que preste no computador... Seus amigos não falam com você, todo mundo está viajando e ninguém te chama para sair. Esse programa é mais para as mulheres, mas você pode fazer montagem com sua irmã, mãe, tia, vizinha, cachorro (brincadeira) kkkkk e afins...
Este é um simulador de beleza, dá para fazer umas montagens bem engraçadas nesse programa kkkkkkk
http://vilamulher.terra.com.br/comunidade/simulador-de-beleza.php

Para salvar, você precisa se cadastrar lá ou dá um print e salva no paint.

2 - Assista um filme diferente do seu gosto habitual. Citarei aqui alguns para você assistir, que eu, considero interessante...

- Catfish: Documentário- filme de um jovem rapaz que é enganado por um fake do facebook ( o filme é muito bom, aconselho)
- Requiem for a dream: Para quem gosta de algo mais psicodélico.
- Cirque du Solein - Outros mundos: Esse é de fantasia *--* (muito mágico)
- Assombração: Filme asiático fascinante e com uma história bem distinta.

3 - Aprenda alguma coisa de útil. Neste site você pode baixar qualquer tipo de apostila que imaginar e o link abaixo, te mostra alguns de músicas e truques de mágicas. Vale a pena, perca seu tempo fazendo ilusão e tirando uma mágica com os outros.

http://www.reidasapostilas.com.br/search/label/Artes%20e%20desenhos

4 - Visite sites bizarros

http://giantbatfarts.com/   (sem comentários kkkkkkkk)
http://www.cleverbot.com/ (conversando com o rôbo)
http://hectorsalamanca.com/ (bate o sino, pequenino, sino de Belém kkkkkkk)
http://anasomnia.com/
http://www.cubo.cc/creepygirl/
http://neave.com/pt/imaginacao/

5 - Tente fazer um ASCII - E o que seria ascii? Um tipo de arte feito com caracteres...

Familiarizou?

´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶
´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´¶¶¶¶¶
¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶ ´¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´´¶¶

Duvido você fazer um!

6 - Passe trote kkkkkkkkk
Primeiro, baixe um programa chamado Audacity, grave as perguntas e as respostas em ficheiro diferente, altere a altura da voz (para ninguém desconfiar que é você). Ligue para a pessoa no viva voz e clica para rodar a gravação, quando a pessoa responder, você aperta a outra gravação e assim por diante.

Ex: Alô, é da peixaria?
Não...
Poxa, que pensa, pensei que estivesse falando com uma baleia (fatality)

7 - Jogue algum jogo de japonês, daqueles bem rachacuca mesmo... Ou outro de seu interesse.

http://clickjogos.uol.com.br/Jogos-online/Puzzle/O-Jogo-Mais-Dificil-Do-Mundo/

8 - Veja desenhos no youtube


Então é isso, galera! Seja feliz kkkkk




segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Estranha

Estou um pouco estranha, com sentimentos transversos e inversos, sentimentos confusos e angustiantes. Um pouco aérea e fora do planeta. Meu momento de ficar só. Estou com medo de perder o controle da minha mente. Estou com medo de ter uma crise. Medo de morrer, medo de ficar só e não conseguir continuar. Por que eu tenho que sofrer tanto, o que foi que eu fiz?
Eu queria arrancar esse coração...

Pensamentos

Não sei se ano que vem vamos nos separar... Por que o seu curso é difícil e exige muito. Você tinha razão, mas não de mim e sim de você. Você praticamente estará ocupado demais para mim. Odontologia é quase uma medicina... Você estará mais distante ano que vem, porém é seu sonho, e sendo assim, te ver feliz é o meu sonho.
Eu estarei também, mas não tanto quanto você. Essa tristeza... Ela bateu forte agora, um sentimento novo de perda. Eu gostaria que, tudo fosse mais fácil.

Peguei esse texto em um blog: http://mikamatos.blogspot.com.br/

"Mas, o meu amor por ti é tão grande que o significado da tua ausência pesou muito mais do que um âncora que segura um navio. E a minha prece deu certa, nunca mais vá embora, não vou deixar. Vou estar ao teu lado sempre, nos bons e nos piores momentos e se não tiver força, vem comigo que te levo nas minhas costas, pois, terei força de sobra para nós dois. Porque o meu amor é tão grande e forte que nem uma bomba atômica destruirá, e muito maior e forte do que o muro de Berlim. E o mais importante, ele é sincero tanto quanto um perdão de coração. Portanto, a recíproca é verdadeira.
Eu te amo... em qualquer lugar, em qualquer hora, em qualquer momento, em qualquer reencarnação, em qualquer afeto, em qualquer estado, em qualquer brincadeira e em qualquer outro "qualquer" positivo. E nem nada fútil necessitará da nossa atenção, do nosso interesse e do nosso tempo."

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Um véu molhado

O vento enalteceu a melancolia do meu quarto e eu desliguei o telefone rápido.Por alguns segundos respirei ofegante e cobri a boca - por que ouvi passos na escada, achei que fosse minha mãe - Peguei a toalha e fui para o banheiro. Tranquei. Abaixei devagar e apoiei minha cabeça nos joelhos. Saltei o primeiro suspiro e com ele rolou a primeira lágrima. Funguei. Outras lágrimas rolaram rosto abaixo e assim como os pingos da chuva que começam lento e depois vão ficando mais torrentes, minhas lágrimas chegavam ao meu queixo e ficavam pingando até o chão, seu destino final. Elas mal podiam dizer adeus.
Foi assim durante vinte minutos. Levantei, olhei-me no espelho. Quem era aquela no reflexo? Os olhos tristes e cansados. Como dizer ao coração que já chega? 
Abri o chuveiro, a água gelada tocou em meu corpo quente, houve um arrepio e senti algo escorrer em meu rosto... Não, não era a água do chuveiro. Era salgado e tinha flavor de tristeza. Era um véu molhado bem no meu rosto, tampando meus olhos avermelhados e enrugados. Tampando minha visão.
Então esse momento passou. Pus uma música para escutar. Não era triste, mas fez meu coração bater de forma estranha, eu não tenho nenhum problema cardíaco, mas, naquele momento, ele parecia bater mais que o normal e aquela dor, aquela dor tão corriqueira reapareceu bem do lado esquerdo. Respiro. Dói. Respiro devagar e lento. Dói menos.
O véu ainda continua em meu rosto e tudo que era vivo, ficou opaco.

Rancor



Rancor, que sentimento é esse que invade nosso corpo e nos faz pensar em coisas ruins?
Que sentimento é esse que surge quando brigamos com alguém?
Quando eu era mais nova, eu costumava ser muito rancorosa, não posso dizer que este sentimento saiu de mim completamente, eu ainda sou um pouco rancorosa. Embora ele não seja tão forte quanto no passado, porém ele surge em situações bem cabulosas. Como em um ditado que ouvi: Perdoar não é esquecer, mas sim lembrar sem mágoas.
Eu dificilmente fico chateada com alguma coisa ou com raiva de algo, raramente você vai me ver com a cara emburrada, mesmo que eu tenha tantos problemas, eu não transmito isso para as pessoas. Continuando, quando eu fico chateada ou com raiva, eu fico mesmo. E dependendo do caso, é difícil eu perdoar. Se eu perdoo, eu não esqueço. Eu não esqueço de nada.
Aconteceu algo nesta quinta feira (ontem) - Não irei citar - Mas, eu fiquei extremamente chateada. Isso eu não vou esquecer, eu perdoei, mas não esquecerei. Meu troco, as vezes, é óbvio, mas na maioria das vezes, é muito silencioso. Algumas coisas eu guardo para mim e fico uns dias meio "gelada" camuflando minha personalidade habitual.
Isso que aconteceu não guardei como um rancor. E de todas as desculpas (sinceras, talvez) que eu escutei, todas elas haviam uma solução. Tudo bem, ser humano é falho, tende a esquecer. 
A todos os rancorosos, vamos lutar para tirar este sentimento tão destrutivo dos nossos corações.