quarta-feira, 4 de maio de 2011

Devaneios

É tão complicado entender o que minha mente quer me ensinar, ora eu tento esquecer dos problemas, ora eu tenho a certeza de que eles não sumirão.
É como se ninguém pudesse me compreender, como se ninguém pudesse sentir o que eu sinto e eu grito lá no fundo querendo que alguém passe ou tenha em mente o que eu estou sentindo. Tem vezes que acho que encontrei a pessoa que me entenda, tem vezes que aquela pessoa que gosto sabe me entender, mas com o passar dos dias, vou tomando consciencia de que tudo foi apenas um devaneio.
Hoje vindo do médico, ainda consolada pelo meu silencio depois daquele exame perturbador, olhei para o céu enegrecido e refleti se ainda tem o presente que eu te dei... Se você colocou uma foto que te faça lembrar a pessoa que você mais ama. Apesar de não ser eu, fico feliz por saber que toda vez que olhar, pelo menos por um segundo, lá no fundo do coração, irá lembrar de mim. Não há dia que eu não lembre de você!
... E quando chego em casa, a nostalgia toma conta do meu coração e, vou tomando consciencia de que tudo foi um devaneio.