quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Frases feitas

Quem nunca disse que queria tirar o pai da forca ou que você morava onde Judas perdeu as botas?
Hoje nosso tema será da onde surgiu esses boatos e frases populares, presentes até na atualidade.
O primeiro dito popular é, quem nunca engoliu o sapo?

Não se sabe ao certo a origem desse dito, mas de acordo com o significado, "engolir o sapo" se refere a pessoa que foi ou é alvo de insultos, injustiças, contrariedades sem reagir, revidar, assim acumulando ressentimento. No caso, acho, como o sapo é anfibio e sua pele é úmida e escorregadia (não tanto o sapo em si, pois a pele é mais seca) então sendo assim, ser algo bem facil de ser engolido já que é escorregadio. Agora relacionando o fato de ser facil de engolir com o "sem revidar", faz sentido, mas com certeza tem algo a mais.


Onde Judas perdeu as botas?

Como todos sabem, significa um lugar distante, inacessivel, "nossa
fulano mora onde Judas perdeu as botas" hehehe!
Massssss, contudo, entretanto, todavia, porém =D
A história desse dito tem inicio na era cristã, depois de trair Jesus e receber 30 moedas de ouro, Judas caiu em depressão e culpa, vindo a se suicidar enforcando-se numa árvore. Acontece que ele se matou sem as botas. E o dinheiro não foi encontrado com ele, logo os soldados partiram em busca das botas onde provavelmente estaria o dinheiro. A história é omissa daí pra frente. Nunca saberemos se acharam ou não as botas e o dinheiro, mas a expressão atravessou vinte séculos.

 Você já chorou pelo leite derramado?
expressão ou dito popular muito usado para demonstrar que a pessoa não precisa mais chorar por algo que ela fez e se arrependeu, mas, da onde surgiu?
Também de origem meio que desconhecida, acho que foi de acordo com a fábula "A camponesa e o balde de leite", na qual a moça leva o balde na cabeça. A caminho da cidade, imagina o que poderá comprar ao vendê-lo. Distraída, tropeça e derruba o leite no chão. Lamentar não consertaria o desastre: não adianta chorar o leite derramado.

Quem nunca ficou de  nhemnhemnhem?
Expressão que diz uma conversa interminável em tom de lamúria, irritante, monótona. Resmungo, rezinga.
Só que "Nheë", em tupi, quer dizer falar. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, eles não entendiam aquela falação estranha e diziam que os portugueses ficavam a dizer “nhen-nhen-nhen”.

Quem nunca pensou na morte da bezerraaa hãa???
Tadinha da bezerra né?
mas enfim, a expressão significa estar pensativo, distante, em outro mundo, mas o que ninguém sabe qual é a historia desse dito, porque bezerra, contudo, o bezerro era adorado pelos hebreus para sacrificios a Deus num altar. Quando Absalão, por não ter mais bezerros, resolveu sacrificar uma bezerra, seu filho menor, que tinha grande carinho pelo animal, se opôs. Em vão. A bezerra foi oferecida aos céus e o garoto passou o resto da vida sentado do lado do altar “pensando na morte da bezerra”. Consta que meses depois veio a falecer.



Em breve mais ditos... :D


Um comentário:

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!