terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Rinosseptoplastia + turbinectomia bilateral inferior

Que palavrão esse aí de cima né?
Explicando melhor, rinosseptoplastia é uma cirurgia nasal composta (feita no nariz), composta porque são dois tipos de procedimento em um cirurgia, no caso a rino que é a plástica mais a septo que é a correção óssea. E PRA QUE DIACHO EU FUI FAZER UMA COISA ASSIM?
pois é, pois é, a questão é que quando eu tinha 5 anos, eu era um anjinho de candura e em uma de minhas aventuras acabei caindo de cara do sofá (exatamente de cima do sofá, lá em cima, talvez eu achasse que era um preguiça ou sei lá) e naquela queda eu entortei meu nariz, aconteceu umas coisas depois mas só depois de anos que foram descobrir que eu estava com desvio de septo, em outras palavras, meu nariz estava em forma de S, um S meio deformado mais tava.
Bom, eu fiz cada exame louco e sinistro e finalmente falaram que eu tinha que fazer uma cirurgia que era a septoplastia, isso com 12 anos. Enquanto eu aguardava, eu sofri em casa com crises de alergia, falta de ar e coisas assim. Até que falaram que eu não podia fazer porque era muito nova, só com 18 anos.
O tempo passou e eu fiz 18 anos, estava tudo pronto para eu fazer e então mais uma surpresa, eu estava com muito tempo de desvio de septo e praticamente me desenvolvi com ele e com essa idade eu já tinha um esporação ou calo ósseo, um caroço feião que ficava no nariz ¬¬' daí falaram que minha cirurgia já tinha que ser junto com plastica, ou seja, tinha que ter a rino junto. Ava, rinosseptoplastia, até aí tudo bem eu pensei, legal, vamos fazer e terminar logo com isso... Mas a vida (Joseph Climber)é uma caixinha de surpresa >.<'
a médica responsavel pelo meu caso teve que sair porque teve filho e meu caso foi arquivado...
Detalhes adicionais: Esse tipo de cirurgia o meu plano só cobre no Rio de Janeiro e com 18 anos eu já estava no Pará e as clínicas daqui não cobrem meu plano. Aliás só cobria uma das cirurgias que era a septo, me ferrei, kkkkk.
Enfim, fiz 20 anos esse ano e minha situação piorou muito, minhas crises aumentaram e chegaram até me mandar para o pneumologista com suspeita de asma grave, sim, sim, sim, tudo por causa do nariz, praticamente eu só respirava por uma narina e quando intupia... Vishhhh! Até que minha mãe foi no novo otorrino e abriram meu arquivo e assim começa minha jornada para a cirurgia.... Começando pelos exames bizarros, e um deles foi a endoscopia nasal (pode uma coisa dessas?) exatamente, enfiaram um caninho dentro do meu nariz, meu Pai, aquilo foi pior do que das outras vezes, o caninho varou na minha garganta e eu pude sentir o troço mexendo. Se eu fosse fazer concurso de quem chorava mais eu ganharia, porque as lagrimas saiam sem eu estar sentido dor, era só agonia mesmo. Terminou. Daí a mulher falou que eu tinha que fazer um outro procedimento junto com a cirurgia, que seria a turbinectomia (ANHÃ?)me ferrei denovo, eu pensei, mas ela explicou e disse que era algo bem simples mas de grande importância, no caso esse procedimento é simplesmente para cortar um pedaço do corneto lá dentro.
Detalhes adicionais: O corneto é um orgão responsável pelo fluxo de ar dentro do nariz, são coisas bem pequenas em forma de corneto (dããã?)como eu tinha desvio de septo, um lado da minha narina ficou obstruida e então o corneto do lado obstruido hiperatrofiou a fim de manter o equilibrio com o outro corneto e isso traz muito problemas(isso explica minhas crises alérgicas).Então a turbinectomia é cortar o corneto e deixa-lo no tamanho normal de novo e diminuir o processo alérgico.
Tudo bem, com todos os exames prontos, endocopia nasal, hemograma e seus derivados, raio x, tomografia e outros, só faltava a autorização do diretor para me mandar para o Rio e fazer logo essa cirurgia. Quando tudo estava certo o vice-diretor me segurou porque insistiu em dizer que eu ia sozinha (já sou de maior)mamãe rodou a baiana e eu que sou super corajosa tive que bolar um plano mirabolante para a mamae ir comigo, eu não era nem louca de ir sozinha. Mas felizmente o diretor aprovou minha ida com a mamae e fez questão de escrever no relatório que eu tinha fobia social e não tinha condições de ir sozinha e ainda escreveu que era para eu ser internada no setor infantil (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk abafa o caso).
Bom, tudo pronto e lá vamos nós...
Continuo no proximo post :)

4 comentários:

  1. Como foi sua recuperação? Com quanto tempo você obteve seu resultado final? Quanto foi sua cirurgia? Tô fazendo esse interrogatório porque eu passarei pelo mesmo procedimento cirúrgico(tenho desvio de septo, rinite fortíssima e nariz meio torto kk). Aguardo resposta.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo xD tudo bem?
      Nossa kkkkk mas você fará só a septoplastia ou tem a plástica junto?
      Então, eu percebi que não continuei a postagem e fiz a continuação aqui
      http://pollyannesousa.blogspot.com.br/2015/03/rinosseptoplastia-turbinectomia.html

      Mas respondendo, eu não sei quanto foi a minha cirurgia... Por que eu fiz pela Marinha e o valor não é liberado para nós.kkkkkkk
      Mas desde já, lhe desejo boa sorte e boa recuperação!
      Um grande beijo e obrigada por visitar o blog xD

      Excluir
  2. Farei o mesmo procedimento pelo Exército, e queria saber se pela Marinha, eles fizeram a parte da plástica de boa, sem burocracias.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônimo! Bom, a parte da plástica estava incluída junto. Por que a minha cirurgia não poderia ser feita sem a plástica, infelizmente. A cirurgia foi um sucesso, não tive do que reclamar, fizeram um ótimo trabalho! Se você quiser, pode contatar o Dr. Alonço Viera (Cirurgião plástico da Marinha - RJ). Não teve burocracias, mas teve muita enrolação até eu conseguir de fato,fazer a cirurgia.
      Boa sorte e um grande abraço!!! =D

      Excluir

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!