sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Papo de filhos: A importância de agradecer


Nunca fui uma pessoa de agradecer muito (pela comida, pela água ou pelo dia) e acho que muita gente não tem esse costume, pode até pensar em algum momento, mas não é com frequência. Bem, quando somos novos, não temos muita consciência das coisas. Situações que só vamos entendendo e olhando de forma diferente, com o passar do anos. Com a idade.
Sinceramente, sempre tive aquela de reclamar das coisas, que elas poderiam ser melhor e os porquês sempre me enchiam o saco. Por que isso ou por que daquilo. Hoje, minha mãe fez frango assado de panela que mais parece um frango cozido, eu já tinha escrito sobre isso por aqui e de que eu detesto. Mas eu estava tão feliz por que eu tinha acordado cedo para fazer a comida. Tinha feito feijão, couve refogado na manteiga e purê de batatas, que eu nem me toquei que o frango estava ali na panela, me encarando. Eu almocei cedo hoje e comi muito. Depois me sentei no sofá e observei meu pai tocar o violão e cantar, quando eu me toquei de algo. Eu estava muito satisfeita e eu tinha comido o frango, o frango estava gostoso. Ou foi por que eu estava feliz em ter feito algo gostoso para todo mundo? Cheguei a conclusão de que hoje foi especial por que eu não fiquei reclamando do frango e pensando nele como uma única coisa. Foi especial por que pude transformá-lo em algo melhor para se comer e é aí que entra o título da postagem. Tinha coisa na geladeira para eu fazer isso, por que meus pais podem comprar e quem não pode? Come o que? Come o frango puro com arroz. Eu tenho sorte de ter as coisas? Não é sorte. Tem dias que não vai ter coisas assim, terão dias que só irá ter arroz. Só que o principal disso tudo, é que agradecer pela maioria das vezes ter, é essencial. Agradecer é se sentir feliz e a felicidade transforma a nossa visão sobre as coisas. Bem... Eu agradeci a mim mesma por ter feito de algo ruim, bom. Agradeci ao meu pai por ter trabalhado duro e poder comprar tudo o que comemos e principalmente a Deus... Por simplesmente deixar a gente existir.
Quando você sentar e tocar em sua barriga, notar o quanto ela está cheia, agradeça. Apenas agradeça por isso. Isso irá te fazer feliz.



Gostou da postagem? Então comente aqui embaixo se você agradece pela comida ou pelo almoço, se não, você sente felicidade em ver sua barriga cheia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!