sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Vazio

Com o tempo, você começa a perceber quem as pessoas são. Algumas você descobre que são mais legais e honestas do que parece. Outras não são nada do que costumam ser, ou pelo menos você achava que era uma coisa e não são. Você se decepciona.
E nessa pilha de decepção, você sente um vazio meio difícil de explicar, sabe? Como se você tivesse a sensação de que ninguém gosta de você ou da sua presença. Como se seu nível de carência estivesse no 100% e nada consegue te fazer se sentir melhor. As vezes você ama uma pessoa e ela demonstra não estar nem aí, meio que não demonstra nenhum tipo de afeto, só sabe ser rude e dá a entender que prefere outras companhias e esse vazio, esse vazio fica martelando no coração. Não há nada para amenizar a dor, não há ninguém para te escutar.
Palavras duras sempre são ditas, as pessoas te ferem pelas costas e te mandam sorrisos falsos e quem quer saber se você está bem ou não? Ninguém pergunta, ninguém não está nem aí.
Eu queria saber o que tem de errado comigo, por que as pessoas não me aceitam do jeito que eu sou, por que falam coisas ruins para mim, sendo que eu não pedi para estar aqui. As vezes eu queria um pouco de compreensão, um pouco de atenção, um pouco de tempo para conversar sobre várias coisas. Eu apenas escuto e tento manter o bom humor, enganando a mim mesma, fingindo que está tudo bem, quando por dentro eu estou apenas tentando colar os caquinhos. E esse vazio, ainda permanece aqui tentando ser preenchido por algo que eu ainda não sei o que é. Tentando entender o por que eu estou aqui, o que eu vim fazer e o por que que eu não me encaixo em nenhum lugar, por que eu me sinto assim, como se estivesse faltando uma parte de uma história que eu não vivi, mas que eu pertenço. E esse vazio, eu não consigo preencher esse vazio que eu sinto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!