terça-feira, 22 de novembro de 2016

Papo de filhos: Respeite para ser respeitado

Voltei, queridos e sim, eu devo uma explicação básica. Há 2 semanas eu tive um momento ruim em minha vida (ninguém morreu, só para constar) algo pessoal e que me deixou extremamente triste e sem vontade para nada, nem mesmo para escrever. Só que como toda tempestade, a minha passou e com ela uma notícia boa. O encosto vai embora (Eu ouvi um Amém?) e mais cedo do que eu imaginava e eu não irei embora (pelo menos eu acho que isso seja verdade). Por enquanto está tudo bem e fiquei aborrecida, por que eu tenho um caminho a seguir e um blog para atualizar. Eu não sou de deixar ninguém na mão. Por isso, a partir de hoje, eu volto as minhas experiências neste mundo bizarro.


A postagem de hoje é sobre "respeito" principalmente em âmbito familiar. Uma coisa que eu entendo é que nossos pais estão sempre em cima de nós, tipo, querem saber de tudo e esse tudo acaba se tornando invasivo demais, o que acaba caindo na linha respeito entre pais e filhos. Ter pais super protetores não é saudável para ninguém, o que deve haver é diálogo e confiança, especialmente em situações na qual os pais não aprovam e dizem NÃO sem mais e nem menos e viram as costas para seus filhos. Isso acontece por que nossos pais (pelo menos eu acho isso) enxergam a gente como um reflexo deles, ou seja, eles acham que somos iguais a eles e que poderemos cometer os mesmos erros que eles cometeram no passado e as coisas não funcionam bem assim. Somos diferentes, vivemos em um mundo diferente e mais do que nunca,precisamos de alguém para conversar e pedir conselhos. As vezes um amigo é sempre bom em momentos ruins, mas nada melhor que ter seus pais para te ajudar. Um conselho que eu dou para quem está lendo está postagem e tem filhos, falo por mim que sou filha, tentem se aproximar dos seus filhos aos poucos, sem invadir o espaço dele. Faça com que eles confiem em vocês e que se sintam a vontade de contar as coisas íntimas ou os problemas. Não tem coisa pior do que ter filho fechado, que não se abre com os outros. Isso prejudica a pessoa. Ninguém é tão forte a ponto de superar tudo sozinho e cabe a vocês, pais, tentarem ajudar.
Falo isso por que eu não tenho muito diálogo com meus pais, agora as coisas tem melhorado, por que antigamente era bem pior, mas ainda precisa amadurecer mais, principalmente minha mãe que fica cantando ou assobiando quando eu estou falando algo. Talvez ela ache que o que eu tenho para falar não é tão importante a ponto dela dar atenção para mim. Isso me irrita profundamente e me deixa chateada, por que ela só está criando um abismo entre nós e no futuro, talvez, eu vou entender que ela não está nem aí e por que eu vou chegar nela para contar coisas íntimas minhas? Prefiro guardar para mim mesma. Eu me encaixo na classe dos filhos fechados.
Pais, respeitem seus filhos e suas individualidades. Só por que vocês moram na mesma casa, não significa que você sejam donos da vida deles. Respeitem para ser respeitados. Cada pessoa tem sua mania, características e personalidades. Não fique cantando quando seu filho estiver falando com você. Não o acorde aos berros e nem fique reclamando a todo momento de coisas fúteis. As pessoas se sentem deprimidas e não se empenham a melhorar quando estão a todo momento sendo bombardeadas com coisas negativas. Não tente impor coisas para ele, como se você mandasse até na vida dos mesmos, você manda na casa, mas não nos pensamentos de ninguém. Se seu filho não gosta que mexam nas coisas dele ou que entrem no quarto dele, cara, respeita isso. Não fica fazendo tudo ao contrário só para irritar ou mostrar quem é que manda, isso só vai afastar vocês dois e quando você quiser saber alguma coisa, ele não vai te falar e dependendo da pessoa, pode até ficar arisco e não te respeitar mais.
Respeite para ser respeitado, a confiança e o respeito são uma linha muito tênue.


GOSTOU DA POSTAGEM? ENTÃO COMENTE AQUI EMBAIXO COMO É A RELAÇÃO ENTRE VOCÊ E SEUS FILHOS! E NÃO ESQUECE DE ME SEGUIR E CURTIR =D BEIJOS GALAXICOS!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!