domingo, 27 de dezembro de 2015

Anime da vez é: Inuyasha - Parte 2

Neste post, irei continuar sobre a história do Inuyasha, se você chegou agora, confira o último post aqui ----->t; Anime da vez é: Inuyasha - Parte 1

Da história:

Depois de tudo aquilo que eu escrevi, cheguei finalmente na Kagome. Todos os personagens são importantes, mas depois do Inuyasha, a Kagome, digamos, é a principal, por que se não fosse ela. Não teria história. Enfim, tudo que aconteceu se passou na época das guerras civis e agora, o anime dá um pulo para a segunda fase (O japão nos dias atuais) 1996. Kagome mora em um templo muito antigo, com uma árvore sagrada no meio (Olha que lindo, a árvore das eras que alguém foi lacrado 500 anos atrás). Serei breve para não estender muito o post. Kagome vive com sua mãe, seu avô, seu irmão e o gato buyo e ela é a reencarnação da Kikyou, por isso trás dentro de si, a joia de quatro almas. O desejo de ver Inuyasha novamente e o desejo da shikon no tama eram fortes o suficientes para se unirem e viajar através das eras e recomeçar a história novamente e assim foi, no aniversario de 15 anos dela, o gato (tinha que ser o gato) se entocou dentro do templo come ossos (poço antigo que na época de guerras colocavam restos de youkais e humanos para purificação). Kagome foi até lá a pedido de Souta (seu irmão) para pegar o gato, mas, grandes braços pegaram a menina e a levaram para dentro do poço (A mulher centopeia, lembram dela?) ela estava morta, mas como sentiu a presença da joia dentro da Kagome, reviveu.

Kagome ficou extremamente nervosa dentro do poço e na tentativa de fugir do youkai, uma pequena luz roxa saiu das suas mãos, teria ela, alguma poder?
Depois do ocorrido, dentro do poço e ofegante, saiu do poço e notou que tudo tinha mudado. Não estava mais dentro do templo, havia apenas árvores, um céu azul tão diferente do habitual e principalmente, um campo verde vasto. A única coisa que reconheceu, foi a árvore sagrada das eras e correu até lá, mas ao chegar lá... Adivinha quem ela encontra?

















Inuyasha, dormindo serenamente, lacrado há mais de 50 anos. Bem, depois desse fato, Kagome é captura pela Kaede (que agora já está bem idosa) e nota a semelhança entre ela e a sua irmã falecida, Kikyou e deduz que Kagome é a reencarnação da sacerdotisa e dentre muitas confusões, Kagome acaba tirando o lacre de Inuyasha. Ele, mais louco do que nunca, queria vingança e acabar com tudo e com todos, inclusive com a própria Kagome, que ele achava que era Kikyou. Mas depois, os dois acabam sossegando por causa do colar do kotodama (Colar do controle, uma palavra mágica e faz com que a pessoa que está sob a magia, fique quieta) que Kaede pôs em Inuyasha. E a palavra mágica que a Kagome pensou na hora, foi "SENTA" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK... É bem um trocadilho, já que o Inuyasha é um youkai cachorro. Numa tentatia frustrada de capturar a joia de quatro almas, a própria Kagome acaba destroçando a joia em pedacinhos que se espalharam para todo lado. Eu serei breve, por que se você quer continuar sabendo mais, vai ter que ver os episódios MUAHAHAHAHAH... Enfim, Inuyasha e Kagome se "unem" para encontrar os fragmentos da joia e até lá, conhecem várias pessoas e novos personagens aparecem no anime. Sem contar que tem muita luta, amizade, amor, raiva, ódio. Então, aí começa a aventura do anime, é claro que a história que eu acabei de escrever, não é contada em um único capítulo em ordem cronológica, ela vai se revelando aos poucos por todo o desenho.
Finalizando, Kagome volta no tempo por que tem a joia de quatro almas dentro do corpo (por ser a reencarnação da Kikyou) e ela volta também, para finalizar a profecia ou o desejo, feito por Magatsuhi. Como Kikyou morreu, acabou não acontecendo o desejo feito por ele. Então, Kagome volta para ser digamos o "par" de Naraki.


Dos personagens:

Inuyasha tem vários personagens, todos com suas histórias particulares e características únicas. Com certeza, quem já viu Inuyasha, sabe e se identifica com eles, pelo simples fato de que eles representam a vida real e eu falarei aqui apenas dos principais. É tanta genialidade que a Rumiko fez, que eu fico até sem palavras de dizer. Intrigas, amizade, amor, ódio. Tudo retratado de forma brilhante. O amor de Inuyasha e Kikyou e em como uma simples desconfiança pode provocar muitas coisas (Não de forma fantasiosa como no anime né) e em como uma terceira pessoa, no caso o naraki, pode conhecer e manipular nossos sentimentos com tanta facilidade. Acreditem, isso acontece, alguém na qual você conhece ou gosta muito, do nada a máscara cai e te faz uma armadilha.
A começar por inuyasha, um meio youkai frustrado por ser mestiço, ele não é nem humano e nem youkai, não há um lugar na qual ele pertence. Quantas vezes nós já não nos sentimos assim? Deslocados de um certo lugar, achando que somos diferentes? Bem, apesar de impulsivo, grosso e violento (frases da Kagome) Inuyasha não é um típico vilão e nem um típico mocinho, ele é apenas ele, tentando se encaixar em algum lugar, ele não tem o coração ruim, ele faz o que acha certo e as vezes é obrigado a fazer o certo, mas, digamos que ele é imaturo e ao longo do anime, ele começa a ter outras visões do futuro, principalmente quando se entrelaça em um triângulo amoroso.
Kikyou por sua vez é mais séria, mas bondosa e meiga, aquela mulher determinada e que sabe muito bem o que quer. Tem em seus olhos uma expressão serena e ao mesmo tempo triste, por que não sabe qual será o seu destino, apesar de ter aceito proteger a joia, ela queria ser uma pessoa comum depois que se apaixonou por Inuyasha. 



Já Kagome é muito diferente da Kikyou, embora seja a mesma alma. Kagome, que no Brasil virou Agome, por causa do trocadilho que o nome dela poderia se referir, é extremamente meiga e determinada,indecisa e sonhadora. Apesar de não possuir muito poder como a outra, ela tem grande persistência e vontade de viver.E por falar em vontade de viver, falo agora da Sango, que é outro personagem do anime e que está constantemente em busca de resposta e atrás do seu irmão Kohaku, que é controlado pelo Naraki. Sango digamos que é a mãezona do grupo, tem um típico amor fraternal, dando conselhos até para o próprio Inuyasha no decorrer da série. Determinada e bastante forte, sua aparência ingênua camufla bem seu espírito guerreiro, tão bem que vive dando tapas em Miroki, o monge deliquente do grupo, é claro que eles se amam, mas, ele é tão pervertido que nem a Kagome escapa das suas mãos bobas, logo no início do desenho, Miroki apesar de pau torto, é protetor e muito inteligente, engana-se quem acha que ele só faz taradices no desenrolar da história. Apesar de se meter em muitas encrencas, Miroki é bem forte e sempre está ajudando o grupo, principalmente Inuyasha, que é impulsivo demais para dar ouvidos aos outros e por último, falo do Shippou, que muita gente confunde que é uma menina, que na verdade se parece mesmo, mas não é. isso a gente tira de conclusão quando ele se apaixona pela descendente dos irmãos trovão. Digamos que shippou teria seus 10 anos, comparando a idade humana, apesar de ser um tanto fraco por ser filhote, ele sempre faz a diferença nos pequenos detalhes. Por que apesar de medroso, sua coragem brota quando alguém está em perigo. 
Há muitos personagens, mas falei apenas do grupo dos principais, por que ficaria extremamente grande o post  e eu acho que vou ter que fazer a parte 3 kkkkkkkkk... Mas, em outro post que não seja este quadro, eu falo da minha opinião sobre os personagens.

Gostou da postagem? Então comente aqui e não esqueça de me seguir e ser um caotinho *-*
Farei a postagem 3 do inuyasha e espero não demorar a postar como demorei nesse aqui, no mais, obrigada por lerem... Beijos galaxicos!!!!


2 comentários:

  1. REPOSTADO AQUI http://inuyashaclub.wix.com/inuyashaclub#!Anime-da-vez-é-Inuyasha-Parte-2/c1syl/56892a5f0cf25c20bb2a8e84

    TEUS ARTIGOS SÃO ÓTIMOS, GOSTEI DE LER, PARABÉNS POLLY!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tifa *--* Adorei rever os pots por lá, espero que todos gostem ^^
      Um grande abraço :D

      Excluir

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!