quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Nuvens que passam e não voltam mais

Hoje me peguei escutando essa música "minha vida" da Rita Lee e lembrei de você. Quando éramos pequenos e como costumávamos ser tão apegados.
"Entre todos os amores e amigos, de você, me lembro mais" sim, nunca esquecerei de você, não só pelo fato de você ser meu irmão, mas por que você sempre esteve presente em todos os momentos, sempre foi você que me ensinou as coisas e até a cozinhar. Mas por algum motivo, eu só sinto sentimentos ruins e todas as nossas memórias se conflitam dentro de mim.
Toda vez que vou na varanda e olho o pôr do sol, fico imaginando o que você estaria fazendo uma hora dessas. Que irônico, a história da minha vida é inspirada em nós mesmos, não que a gente vivesse brigando, mas por que a gente queria fazer um elo para nunca se separar.
Eu sinto muito por suas escolhas e por você ser tão difícil de lidar (não que a gente não seja), só queria que pelo menos uma vez na vida você pensasse nos outros.
A vida não é tão fácil assim e a cada dia que passa, perdemos algo. Nós perdemos nosso elo.

"Seria tão bom se nós pudessemos guardar e jogar fora tudo, exceto o que realmente importa.
Mas a realidade é simplesmente cruel. São nessas horas que vejo o seu rosto sorridente, sempre que fecho os meus olhos. Até o dia em que eu conseguir alcançar o sono eterno, aquele rosto sorridente irá ficar comigo sem falhar.
Estarão todas as pessoas tristes? Elas são apenas criaturas esquecidas? Tudo para que você pudesse amar, tudo para entregar o amor. Era tudo que podia fazer.
Naquela época, quando nos encontramos, tudo estava tenso entre nós. Nós pegamos a longa estrada, não foi? E machucamos um ao outro no caminho, não é?
Nós pegamos a longa estrada, mas finalmente chegamos."


Só não tenho muitas palavras... Apenas queria que estivesse aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!