sábado, 5 de janeiro de 2013

Sonhos se vão

Ontem comprei uma casa, limpei o meu cofre, mas é um lugar na qual eu posso viver em paz, longe de qualquer dor.
Mercúrio não me parece muito habitável, mas é por lá que eu quero residir. Sem vizinhos, sem bichos, sem ar...
Mais um ano e os sonhos se vão, é quase impossível não ficar triste. Eu sei, eu não fiz por merecer. Mas 2012 foi o ano que eu mais chorei e tive que encarar a verdade. Doeu demais.
Agora me sinto perdida no meio do mar, sem destino algum, á deriva. Perdida nas profundezas obscuras da minha própria alma. Não sei se conseguirei sair, eu não... Quero sair.
Cheia de problemas, entupida de sentimentos ruins... Deus! Por que não vem ao meu encontro? Tira de mim essas angústias... Eu te súplico... Oh! Deus...
Me jogaram em um abismo de plantas espinhosas, meu sangue escorre, porém não sinto dor... Não mais. Devo esperar pelo fim? Ou devo prosseguir, mesmo machucada? Como devo seguir?
Oh Deus...

Eu só queria este sonho... Como eu pude ficar para trás novamente? Ele foi e eu fiquei. Eu não quero ficar aqui sozinha... Não sou forte o bastante. Eu preciso seguir... Antes que seja tarde.
O que mudaria minha vida acaba de se esvair da minha mão... Meus problemas se agravaram e eu não sei o que será de mim de agora em diante. Eu só preciso dormir e não acordar tão cedo.
Chora, chora, chora pelo perdão, Senhor, me ajuda... Ouve minha imensa dor, quase que exalando do meu coração. Tira essa carga da minha alma, descongestiona minha mente... Só tenho a ti... Só tenho a você.
Perdoa minhas fraquezas, perdoa minha falta de direção...
Tira, tira, tira toda essa carga...
Desamarra meus braços
tire a venda dos meus olhos
tira essa agonia por favor...






Afasta de mim, tudo aquilo que me bloqueia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da postagem? Então comenta... :D
Agradeço...
beijos galáxicos!